explicação da literatura.

Da exploração da classe operária, das massas trabalhadoras, dos povos subjugados – exploração imposta pela violência do aparelho do Estado, pela repressão, o terror e a guerra – resultam os sentimentos e o comportamento moral da burguesia: individualismo e egoísmo ferozes, indiferença pela sorte dos seres humanos, rapacidade, venalidade, completa falta de escrúpulos, redução a simples mercadorias dos valores culturais e espirituais. Com o aprofundamento da crise geral do capitalismo, a burguesia tende a abandonar quaisquer regras éticas e a tornar-se cada vez mais amoral. Sem preocupações morais, legitima ela própria tudo quanto lhe permite manter e intensificar a exploração dos trabalhadores e dos povos.

«A superioridade moral dos comunistas», Álvaro Cunhal, artigo publicado na revista Problemas da Paz e do Socialismo, n.º 1, Janeiro de 1974 (editado em opúsculo pela Editorial «Avante!» em Outubro do mesmo ano).

Advertisements