Não é novidade o uso do formato informativo para…

Não é novidade o uso do formato informativo para capitalizar atenção mediática para uma marca comercial. Mas o anúncio da Ikea a propósito de um suposto boom de vendas de livros digitais parece-me uma tentativa (muito) pouco interessante de produzir um fenómeno de world advertising.

Será que pensam fazer estantes Billy com entrada USB? Com ligação directa à amazon.com? Com arestas suavizadas para impedir que os geeks se magoem? Ou o conceito é mais uma estante/mostruário, para arquivar os leitores de ebook em fila, à medida a que se vão tornando obsoletos?

Anúncios